Cirurgia de Pterígio

Você está em: Procedimentos / Cirurgia de Pterígio

O que é?

O pterígio é mais comum em pacientes com muita incidência de luz solar, próximos da linha do equador, e em pessoas que trabalham expostas ao sol (pescadores, trabalhadores rurais etc).

Ocorre com mais frequencia em homens a partir dos 25 anos. Pelo que foi dito acima, podemos ver que o principal fator de risco para o surgimento do pterígio é a luz solar. Mas também há um fator genético, individual. 

Ou seja, pessoas que ficam muito expostas ao sol, não desenvolvem o pterígio enquanto outras que morar em locais mais frios, ficam mais dentro de casa, acabam desenvolvendo essa alteração.

Qual a evolução do pterígio?

No começo, o pterígio é pequeno e só é possível ver pequenos vasos sanguíneos na região próxima a córnea. Com o tempo, o pterígeo fica mais grosso, os vasos mais calibrosos e o tecido avança sobre a córnea, em direção ao centro, a pupila.

Quando o pterígeo atinge ou chega perto da pupila ele já começa a afetar a visão. Essa evolução é lenta, ao longo de meses ou anos.

Quais os sintomas do pterígio?

O principal sintoma do pterígio é a vermelhidão do olho. Essa vermelhidão é principalmente no canto do olho, próximo do nariz. Além disso, também ocorre ardência, lacrimejamento, fotofobia, dificuldade em manter os olhos abertos na claridade e sensação de areia nos olhos

Tratamento

No início, o tratamento pode ser clínico. É importante um acompanhamento oftalmológico para se fazer a proteção adequada dos olhos, como uso de óculos escuros e/ou lágrimas artificiais para evitar o ressecamento. Quando o pterígio apresenta aspecto avermelhado e irritado, é possível que se aplique gotas e pomadas oftálmicas específicas para reduzir a inflamação.

Existem casos em que a cirurgia é indicada com o objetivo de que o pterígio não alcance a pupila ou deixe manchas de difícil remoção na córnea, além de poder diminuir a visão ou se tornar antiestético. No entanto, mesmo com uma cirurgia bem executada, o pterígio pode ocorrer novamente.

Pode-se ainda fazer a radiação da superfície com terapia ou uso de medicações de caráter preventivo, mas a proteção dos olhos contra a radiação ultravioleta excessiva, evitar condições ambientais secas e empoeiradas são importantes recomendações.

Unidade Barreiro

Rua Desembargador Ribeiro da Luz, 265 – Barreiro – Belo Horizonte – Minas Gerais

Telefone: (31) 2552-0910

Unidade Funcionários

Av. Brasil, 1312 – Santa Efigênia – Belo Horizonte – Minas Gerais 

Telefone:  (31) 3222-0428

Unidade Betânia

Rua Úrsula Paulino, 1417 – Betânia – Belo Horizonte – Minas Gerais -Brasil

Telefone: (31)3386-9919

© 2019 Todos os direitos reservados a Instituto de Olhos de Minas Gerais.